Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2010

Um retro em "electricity"

Hoje a sugestão musical da semana está entregue ao Retrovoltagens, que está semana traz um programa muito especial.


Quase cinco meses depois de ter sido inaugurada esta nova fase ,projecto tem crescido não só nas notícias , reportagens, entrevistas e crónicas, mas também nos leitores. Estes resultados positivos incentivam ainda mais a continuidade deste blogue.
Por isso, hoje o programa celebra a chegada a esta fase com uma compilação que vai repescar algumas bandas e cantores que protagonizaram a primeira aventura do Retrovoltagens nas compilações.
Esta semana o programa é dedicado à profissão de DJ. Por isso providenciamos aos nossos leitores uma escolha selectiva de alguns mixes de bandas/cantores dos anos 80. Por isso , o “menu” apresenta pratos que apresentam diversos temperos, desde o synthpop, electropop e new wave (daí os penteados esquisitos, as roupas extravangantes e uma atitude...”new wave”!) .

Praça da Batalha vai recuar no tempo amanhã

A revolta de 31 de Janeiro

A humilhação subsequente da população portuguesa culmina na revolta republicana ocorrida na guarnição militar do Porto, na madrugada de 31 de Janeiro de 1891. Foi a primeira revolta de cariz republicano a abanar as estruturas monárquicas.



Após o ultimato inglês, generaliza-se um pouco por todo o país, e sobretudo entre as classes mais esclarecidas, a crença de que o sistema republicano seria a única salvação .

Nas cidades de Lisboa e Porto, com especial incidência na cidade invicta, conspirava-se por todo o lado e por vários sectores da cidade, com destque para estudantes, jornalistas, juristas e sargentos

No entanto, ao contrário do esperado pelos republicanos, a maior parte dos regimentos não saiu dos quartéis. Só o batalhão de Caçadores 9, comandado por sargentos, a que mais tarde se juntou o alferes Malheiro e alguns batalhões chefiados pelo capitão Leitão, aderiram à intentona, concentrando-se no Campo de Santo Ovídio, hoje Praça da República.

Daí, dir…

A Praça da Batalha vai recuar no tempo amanhã

Dezenas de actores e figurantes recriam amanhã o momento em que a guarda municipal impediu a revolta portuense de 31 de Janeiro, adiando a implantação da República.


O palco da iniciativa é a Praça da Batalha. O espectáculo arranca às 18.30h.


Mas o que foi a revolta de 31 de Janeiro?

Na segunda metade do século XIX , a Europa atravessava uma fase de desenvolvimento económico. Potências europeias como a Inglaterra, Alemanha ou França ponderavam a exploração de novos mercados e novas fontes de matérias-primas. O Continente Africano era um território de grande interesse nesta fase de expansionismo colonial.

O “Mapa-Cor-de Rosa”

Quem não estava a achar paiada nenhuma a estas ambições eram alguns portugueses , já que também tinham planos: formar um vasto território na África Central, um novo Brasil , ligando os litorais de Angola e Moçambique-o chamado “Mapa Cor de Rosa”.

O problema é que a Inglaterra respondeu a estas pretensões com um ultimato ao governo português , que este acaba por ac…

Ponto de partida em Londres

Regresso da“ABBAMANIA”com ABBAWORLD



Depois de uma carreira repleta de sucessos discográficos e do mais recente “Mamma mia” é agora a vez de um parque temático. Os organizadores suecos garantem que o enpreendimento será “um lugar que permite a interacção total” com a banda.

As atracções são inúmeras nesta exposição que conta a história do ABBA em 25 ambientes diferentes, exibindo figurinos ou a recriação do estúdio da banda Polar Studios.

Mas as surpresas não terminam por aqui. Há ainda espaço para o helicóptero na capa do disco “Arrival”, de 1976, assim como um palco onde os visitantes poderão cantar com uma versão virtual da banda.

Interacção é mesmo a palavra chave desta exposição, ja que os fãs deste grupo sueco , entre outras actividades, vão ter a oportunidade de recriar o som da banda através de uma mesa de misturas .

Não são esquecidos os coleccionadores, dado que há uma tenda que vende figurinos dos ABBA, peluches ou cds.

A organização de ABBAWORLD ambiciona criar um lugar …

Já há novo album no horizonte dos U2

“No line on the horizon” mal arrefeceu nas rádios e lojas. Mas os U2 já preparam novo album.O disco ainda não tem título definido nem previsão para o lançamento. Sabe-se apenas que representa algo “muito especial”.

Os U2 , um ano depois do lançamento de “No Line on the Horizon” já estão a trabalhar em novas músicas. “Estamos convencidos de que temos algo muito especial”, começa por explicar The Edge à Entertainment weekly”.

«Estamos a experimentar novos arranjos com muita electrónica mas também temos material muito simples, quase folk», acrescentou.

Essas novas músicas foram compostas nos intervalos da turnê de divulgação do último album , “No Line on the Horizon”. A digressão do grupo irlandês mais famoso das três décadas começa já no próximo dia 6 de Junho.

Até lá, ficamos com os êxitos actuais, como Magnificent:

Scorpions terminam carreira de 45 anos

Para trás fica uma carreira de 45 anos repleta de sucessos como “Wind on Change”. Há ainda um último presente para os fãs. Chama-se «Sting In The Tail», e é o ultimo album dos interpretes de “You and I” que estará já em Março nas prateleiras.

Mas há mais. Segue-se gualmente uma tournée de despedida, no mesmo mês, com arranque em Praga.

"Nós concordamos que chegamos ao fim da estrada", declarou o grupo nsa sua página na internet .O album “sting in the tail” encerra quatro décadas e meia de sucessos.

“Enquanto trabalhávamos no nosso álbum nestes últimos meses, pudemos, literalmente, sentir o quão poderoso e criativo o nosso trabalho é – e o quanto nos continuamos a divertir no processo.

Mas também nos apercebemos de outra coisa: que queremos acabar a carreira extraordinária dos Scorpions em alta.

A banda formou-se em Hannover em 1965 pelo guitarrista Rudolf Schenker e o cantor Klaus Meine, e se tornou um sucesso comercial em todo o mundo em 1984 com a balada "Still lovin…

XUTOS APADRINHAM MOTO

AJP XUTOS E PONTAPÉS VAI PERCORRER MAIS DE 20 000 KM


Depois de no ano passado terem celebado 30 anos de carreira ,os Xutos e Pontapés voltam a dar que falar. Osvaldo Garcia , um motociclista , vai fazer a travessia de 16 países numa moto AJP Xutos e Pontapés já lançada no mercado.

Apoiar a selecção nacional de futebol no seu primeiro jogo em África do Sul, no campeonato do Mundo da modalidade é o principal objectivo de Osvaldo Garcia nesta sua aventura. O motociclista ambiicona ainda demonstrar o potencial das motos produzidas pela AJP (a unica fabricante de motociclos em Portugal), mas também realizar um sonho antigo : de se fazer à estrada.

Com partida já marcada para o próximo dia 4 de Abril , em Lousada , Osvaldo Garcia vai percorrer mais de 20 000 Km.

O motociclista não tem medo deste desafio, até “porque as coisas más , a acontecerem , tanto se dão em África como em Portugal , sobretudo numa altura destas , em que há tanta gente numa situação difícil devido ao desemprego”, exp…

Parabéns Michael Hutchense

Crónica

Michael Hutchense, que foi vocalista durante 20 anos dos INXS faria hoje 50 anos. Uma data que o Som à Letra não poderia deixar de assinalar, já que Hutchense marcou a história da música com o seu carisma e talento.


Não foi fácil , contudo a chegada ao estrelato no grupo INXS (que se aventurou inicialmente como The Farriss Brothers).

A música foi ganhando admiradores progressivamente (na fase inicial , sobretudo na Austrália). Com o album Shabooh Shoobaah o grupo deu-se finalmente a conhecer ao mundo,sobretudo com o tema “Don´t change” , que demonstrava uma banda mais amadurecida e confiante (basta comparar o vídeo de “Don´t change” com “Just Keep Walking”).

Estavam lançadas as bases para o grupo voar mais alto. Com o album The Swing , o estatuto do grupo elevou-se com “Original Sin” . Já com Listen Like Thieves foi “What you need” que endoideceu os adolescentes da época. Estavamos em 85.

Mas 87 é que foi o ano de ouro para Hutchense com Kick a vender sem parar e o público …

Serralves

Exposição “Às Artes Cidadãos” comemora centenário da República

“Ás Artes Cidadãos” é o nome da exposição que celebra o centenário da República Portuguesa. O objectivo é demonstrar a influência do contexto político e ideologias emergentes do inicio do seculo XX nas manifestações artísticas internacionais da época.

A exposição (integrada na programação de Serralves para 2010), para além de salientar o cariz militante da arte do início do século passado abordará também artistas contemporâneos que enquadram a sua arte enquanto forma de acção política.

João Fernandes, director do Museu de Serralves, explicou aos jonalistas que a exposição pretende "abrir a discussão e a controvérsia, mais do que estabelecer consensos".

“Ás artes Cidadãos” (título que joga com o primeiro verso do refrão da Marselhesa, usado como palavra de ordem na Revolução Francesa) abrirá em Novembro e será um dos pontos altos da programação para 2010, agora anunciada.

Acompanhada de um ciclo de cinema e de um co…

Serralves

Musica, cinema e exposições compõem programa para 2010

Serralves apresentou o programa para este ano, onde, para além das novas mostras, destaca-se a programação de artes performativas, com música e cinema.

Serralves abre-se ao cinema no último dia de Janeiro com o ciclo Sabor do Cinema, que vai exibir filmes de Paulo Rocha, Luis Buñuel, Pina Bausch, entre outros.



Na música, destaque não só para o concerto dos Mono no dia 10 de Março, mas também para a 19ª edição do Jazz no Parque com actuações de Vijay Iyer Trio, Bernardo Sassetti Trio e de Contact,.

As exposições


O verdadeiro início da nova temporada de Serralves inicia-se em Março, após o encerramento das últimas exposições que ainda transitaram de 2009.

A estreia deste novo programa é marcada pelo regresso de Lourdes Castro, numa exposição antológica que reúne pela primeira vez os trabalhos que esta realizou com o seu companheiro Manuel Zimbro .

Segue-se a 26 de Março a exposição de Dara Birnbaum, onde é apresentada (numa perspe…

Lady Gaga e Lilly Allen lideram nomeações para Brit Awards

A cerimónia de entrega dos prémios celebra o 30º aniversário dos Brit Awards, transmitidos em directo de Londres no próximo dia 16 de Fevereiro. A lista dos nomeados foi conhecida esta segunda -feira, num ano marcado por êxitos no feminino.

As cantoras Lady Gaga e Lilly Allen, a par com o grupo Florence and the Machine, são as mais nomeadas. A lista de bandas e cantores a concurso é vasta.





A voz de '”Paparazzi'” e de “Pokerface” está indicada para revelação internacional, melhor álbum e voz feminina internacional. Já Lilly Allen aparece nomeada para Melhor Álbum, Melhor Cantora e Melhor Single (com o single ‘The Fear’) britânicos.

A cerimónia contará com as actuações de Lady Gaga e Robbie Williams, que está nomeado para Melhor Cantor Britânico, ao lado de Mika, Paolo Nutini, Dizzee Rascal e Calvin Harris. O ex-Take That tem já uma distinção garantida: prémio de carreira.




Também em palco estarão a boysband britânica JLS, Kasabian e um dueto dos artistas Dizzee Rascal e Flo…

“Michelle, Ma Belle” existe ... e vive nos Açores

Michelle Buehler tinha 15 anos quando ouviu pela primeira vez a canção que os “fab four” lhe dedicaram. Passados 45 anos ainda não tem o histórico “Rubber Soul” e teimava em esconder a sua história.O problema é que um colega da escola de pintura “descoseu-se”.

Era adolescente quando idolatrava os “fab four”. Estavamos nos anos 60 em plena Beatlemania .

Michelle Buehler tinha 13 anos quando escreveu um pequeno texto para o concurso “O que farias se te encontrasses com os Beatles”, lançado por uma revista norte-americana no quadro da primeira visita da banda inglesa aos EUA.


Quem ganhasse este passatempo teria a oportunidade única de conversar com os “Quatro de Liverpool”. “Ganhei o concurso , mas não acreditei à primeira quando recebi uma chamada que a telefonista indicou ser do Reino Unido e que me pôs à fala com Paul Mccarthney, Jonh Lennon , George Harison e Ringo Starr”, recordou Michelle Buell.

No final da conversa , os Beatles prometeram-lhe que “talvez escrevessem uma “canção” …

Parabéns Júlio Isidro!

Júlio Isidro celebra hoje 50 anos de uma carreira repleta de sucessos. No dia 1 de Março espera-se uma grande festa na RTP.Mas as surpresas não terminam por aqui. O apresentador do magazine Quarto Crescente está a organizar um espectáculo num estádio, evocativo do programa radiofónico Febre de Sábado de Manhã.Não podemos esquecer também o mitico Passeio dos Alegres que divulgou tantas bandas no nosso país , nos longínquos (mas não esquecidos anos 80)


Recordando as celebrações dos 40 anos de carreira de Júlio Isidro.

Regresso dos Vampire Weekend

“Contra” retrata outra faceta dos “meninos bonitos da cena indie rock”

Já chegou às lojas “Contra” o novo album dos Vampire WeKend . Formaram-se em 2006 estes quatro colegas de faculdade . E até agora não pararam.
“A digressão de dezoito meses permitiu-nos evoluir .Mais do que o album, foram os concertos que mudaram as nossas vidas e nos ajudaram a esticar até aos limites.Estamos ansiosos para voltar aos palcos”, disse ao jornal metro, Chris Baio, baixista do grupo.

“Contra”

Depois do grande sucesso do álbum homónimo que apresentava uma bem sucedida mescla entre pop, rock e world music, “Contra” volta a marcar pela diferença.

“Queríamos retratar outra faceta do grupo , gravar com novos instrumentos.Encontramos novas inspirações e roubamos algumas palavras espanholas pelo meio, explica o vocalista do grupo , Ezra Koenig.


Jornal de Letras com novo site

Mais uma prova que o jornalismo cultural em Portugal progride, ao ritmo da evolução tecnológica.
As secções do site correspondem às do jornal impresso. Há espaço para Letras, Artes Visuais, Cinema, Música, Teatro, Dança e Ideias. As actualizações são diárias.
A aposta na multimédia é notória já que há vídeos, ficheiros áudio e foto-galerias. Mais um bom exemplo para o Som à Letra seguir.
Boa viagem para os mais curiosos

Último álbum de Johnny Cash editado

O album “American Recordings VI”:Ain´t no grave ,o ultimo da serie que Jonhnny Cash fez com o produtor Rick Rubin antes de morrer já tem data marcada para sair: 26 de Fevereiro. Desta produção discográfica lançada postumamente (recorde-se que Jonhnny Cash morreu em 2003) podemos contar com versões de músicas de artistas e bandas do rock como Danzing, Depeche Mode, U2, Soundgarden e Nine Inch Nails.

Faz hoje 80 anos da estreia de Mickey na sétima arte

´
Steamboat Willie é o nome do filme em que Mickey se estreou há oito décadas. Era o início de uma bem sucedida construção do mundo de sonho de Walt Disney.



Mas este inicio de carreira cinematográfica não foi pacífico. O tom burlesco da curta-metragem foi bem recebido pelo público infantil, mas as associações de pais demonstraram o seu descontentamento pela irreverência de Mickey.

Resultado: o escritório de Disney foi inundado com veementes cartas de protesto, mostrando-se chocados com as cenas do filme onde Mickey surgiu a utilizar a cauda de um bode como caixa de música ou os dentes de uma vaca como xilofone.

De forma a não perder públicos , as seguintes curtas-metragens já eram mais contidas, onde Mickey apresentava um comportamento mais temperado.

Um percurso de sucesso

A partir deste pequeno ratinho da banda desenhada , nasceram outras personagens do imaginário infantil, como o pato Donald, Pateta, Tio Patinhas (quem não se recorda da personagem mais forreta de sempre da história da ba…

Morreu o realizador Eric Rohmer

Deixou-nos uma das faces da Nouvelle Vague

Prestes a completar 90 anos , Eric Rohmer foi um dos responsáveis pelo movimento que se convencionou chamar «Nouvelle Vague», juntamente com Jean-Luc Godard e Jacques Rivette. As suas obras denotam sobretudo uma visão intelectual e filosófica da sociedade contemporânea.

Trabalhou como jornalista e professor de Literatura, tendo até chegado a publicar um romance: Elizabeth (1946). Na década de 50, frequentou uma escola de cinema.
Depois de algumas curtas-metragens, arriscou-se no campo da longa-metragem de ficção com La Signe du Lion (1959).

No entanto o filme que lhe concedeu maior notoriedade foi Ma Nuit Chez Maud, uma sátira à rígida moral católica que valeu a Rohmer uma nomeação para o Óscar de Melhor Argumento Original. Outros filmes realizados por Rohmer foram o drama psicológico Le Genou de Claire (1970) e as comédias L'Amour l'Après Midi (1972), Die Marquise Von O (A Marquesa de O, 1976), La Femme de l'Aviateur (A Mulher d…

Rock in Rio nasceu há 25 anos

Há precisamente 25 anos o Bairro da Tijuca entre os dias 11 a 21 de Janeiro recebeu nomes como AC-DC, Iron Maiden, Queen , Skorpions , White Snakes, Ozzy Osbourne perante cerca de um milhão e 380 mil pessoas. Um verdadeiro record que iluminou a história da música. Resultado. 10 dias. 90 horas de música.

Os excessos festivalescos

Durante esse período de tempo, foram, segundo comunicado da organização do festival, consumidos um milhão e 600 mil litros de bebidas, 900 mil sanduíches, sete mil e 500 quilos de massa, 500 mil fatias de pizza. Houve ainda espaço para um recorde, nunca mais ultrapassado: a venda, num só dia, de 58 mil hambúrgueres do Mc Donald’s.

Dados que marcam uma data e que justificaram (depois dos secessos das edições de 1991 e 2001) o alargamento do festival para Lisboa em 2004 ( já vamos para a quarta edição este ano, nos dias 28 e 29 de Maio).

A próxima paragem é Madrid que conhece este ano a a segunda edição do festival (a 4, 5, 10, 11 e 12 de Junho). Mas já há ,pelos…

Há 75 anos nascia Elvis Presley

O rei do Rock´n Roll faria hoje 75 anos se não tivesse morrido prematuramente aos 42 anos. Mas há quem acredite que ainda está vivo.

Elvis Presley nasceu em 1935, em Tupelo no Mississippi. Com 13 anos mudou-se para Memphis, onde começou a trabalhar como camionista . Sé em 1954 iniciaria a a sua carreira musical. Não foi muito dificil até chegar ao ambicionado sucesso.
Em 1956 estreou-se no cinema com Love Me Tende. No final de 60 , depois de enveredar pala carreira militar e pelo cinema, regressou em força à música . No entanto , o abuso dos comprimidos, conduziu à sua morte em Agosto de 1977.
Aproveitando a efeméride , aqui fica a banda sonora para a primeira semana de 2010:

15 anos a divulgar bandas

Festival Termómetro

Fernando Alvim dá a cara mais uma vez por um festival , e não tem papas na língua ao ambicionar umz inciativa maior ao Rock in Rio. O Festival Termómetro já vai na sua décima quinta edição.

Este ano o festival apresenta bandas internacionais. "A nossa meta é ser mais conhecidos do que a regata entre Oxford e Cambridge. Vêm cinco bandas de Inglaterra , Espanha , Bélgica, Alemanha e Espanha", explica Fernando Alvim ao diário Metro.

Um Festival que quer ser maior que o Rock in Rio

"Só não organizamos o festival no Parque da Bela Vista por uma razão: não temos dinheiro. Mas se tivessemos fariamos, e eles veriam". A estratégia passa também por fazer t-shirts com o slogan "Vou a caminho" , em vez do "Eu vou" característico do Rock in Rio, explicou o homem da prova oral.

Escola do Hot Clube Portugal regressa em força

Sam the Kid vai ser um dos docentes nesta nova programação da Escola do Hot Clube Portugal

Escola do Hot Clube Portugal organiza de 11 a 17 de Janeiro um cojunto de Masterclasses sobre escrita de canções, interpretação e gestão de carreira.

Depois de um incêndio que destruiu a sede do antigo clube de jazz da Europa , situado na Praça da Alegria em Lisboa, há o objectivo de regressar à actividade.

As aulas são nesta primeira fase de reabilitação do edifício , grátis, orientadas por conhecidos nomes da música portuguesa.Fernando Ribeiro e Pedro Paixão (ambos dos Moonspell), Tiago Bettencourt, Camané, Sam The Kid, são apenas alguns nomes.

Já podem fazer download